sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Aula aberta sobre Camões



Nesta quarta-feira, esteve na EB 2,3/S de Caminha a Professora Doutora Micaela Ramon, docente do Departamento de Estudos Portugueses e Lusófonos da Universidade do Minho, que veio dar uma aula aberta (como a própria a definiu) aos alunos do 10º ano e respectivos professores, subordinada ao tema Retratos Femininos na Lírica de Camões: Imitação e Inovação. Acompanhada na mesa pela Profª. Luciana Ribeiro, sua colega de curso de licenciatura, demonstrou um assinalável didactismo que prendeu e fez participar a assistência, começando por traçar brevemente os passos conhecidos da vida do universal poeta português — como chamou a atenção, conhecida em grande parte por apropriação biografista, portanto com um elevado grau de incerteza — referindo ainda as datas da edição, quase toda póstuma, da sua obra tríptica: narrativa épica (Os Lusíadas, 1572); lírica (Rimas, 1595); dramática (três comédias, 1587 e séc. XVII).
Centrou depois a sua prelecção na lírica, frisando que Camões, rimando ora na medida nova ora na velha, foi um poeta moderno — petrarquista, fiel à idealização do Amor — mas foi capaz de transfigurar o modelo do autor do Canzoniere, recriando a tradição ao versejar uma mulher mais próxima do quotidiano, chegando ao ponto de o negar com o horrível humorístico — (Vós) sois üa dama das feias do mundo… . No final, os alunos que melhor aproveitaram a presença da Professora Micaela Ramon, tiveram oportunidade de o demonstrar num divertido jogo de perguntas e respostas, encerrando da melhor forma esta aula aberta, uma louvável iniciativa da Rede de Bibliotecas de Caminha que prosseguirá nos próximos meses com outras palestras sobre autores portugueses, sempre por docentes da UM.

Sem comentários:

Enviar um comentário