quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

8ºA: Clássicos Contados às Crianças (testemunho)

Nos dias onze e dezoito de janeiro, no tempo da aula de Português, o 8ºA da Escola Básica e Secundária de Caminha, acompanhado pela nossa professora Teresa Pereira e ainda pela professora Helena Brás, deslocou-se às escolas primárias de Caminha e Vilarelho. Tínhamos treinado durante semanas para dramatizar a peça “O Auto da Barca do Inferno” de Gil Vicente. Nesta peça existem duas barcas: a do céu e a do inferno, e ao longo da peça aparecem várias personagens que falam com o anjo e o diabo a fim de ver  para que barca iam. A primeira personagem, o fidalgo, foi para o inferno pois em vida tinha desprezado os menos afortunados. Quem se lhe seguiu foi a agiota que foi obviamente para o inferno pois emprestava dinheiro a quem precisava e em troca recebia ainda mais. A seguinte personagem a ser testada foi o parvo, o único que passou para o céu pois ele não tinha errado por maldade. A última personagem a entrar em cena foi o frade comilão que apesar de rezar e de saber falar latim, tinha comido muito bem à mesa dos ricos enquanto havia pessoas a morrer à fome.
No fim da nossa leitura e após muitos aplausos, perguntámos quem tinha estado atento e se tinham percebido a moral da história. As crianças responderam bem, afirmando que a moral era que deviam ser bem comportados para poderem ir para o céu. Na opinião das crianças, foi muito divertido e educativo e todos anseiam por que se dramatizem mais peças.                                                                        
Catarina Oliveira

Sem comentários:

Enviar um comentário