sábado, 14 de abril de 2018

Clube de Jornalismo: Dia Mundial da Poesia


O Dia Mundial da Poesia celebra-se todos os anos no dia 21 de março. O Clube de Jornalismo assinalou-o com o registo de dois belos poemas de João Pedro Mésseder, escritor que o Ricardo Castro (ilustrador sempre atento do Clube) também já desenhou e publicou neste blog.      

                 
A Ana

A Ana acorda,
abre as asas da cabeça
e asinha põe-se a cismar,
depois as asas da voz
e asinha põe-se a cantar,
depois as asas dos pés
e asinha põe-se a correr,
depois as asas das mãos
e asinha põe-se a brincar.
Todo o dia abre as asas,
todo o dia corre a casa,
põe a sala em polvorosa.
Quando cai enfim a noite,
cansada de tanto reinar,
cansada de tanto bulir,
a Ana fecha as asinhas,
num ápice fica a dormir.


Formas (1)

Tem a forma
da redoma.

Chama-se
segredo.

Tem a forma
da chuva.

Chama-se
dor.

Tem a forma
de um muro.

Chama-se
tristeza.

Tem a  forma
de uma pedra.

Chama-se
sílaba.

Tem a forma
da laranja.
Chama-se
desejo.

Tem a forma
de uma árvore.

Chama-se
mãe.

Tem a forma
de uma chave.

Chama-se
pai.

Tem a forma
de um pássaro.

Chama-se
filho.

Tem a forma
da liberdade.

Chama-se
vento.



João Pedro Mésseder, Versos com Reversos

Sem comentários:

Enviar um comentário