terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Semana da Leitura 2012

A próxima semana, de 5 a 9 de Março, vai ser marcada na escola e na Biblioteca pelas atividades da Semana da Leitura 2012, de que iremos aqui dando notícias à medida que forem acontecendo. São muitas as iniciativas programadas, desde as exposições na BE; as leituras expressivas na sala de aula por alunos de outras turmas, pais e amigos; sessão de leitura e momento de teatro à hora do almoço na Biblioteca; distribuição de moinhos de letras com citações literárias na vila de Caminha; noite dramática no Auditório com a peça "Vamos Aprender Teatro". O cartaz da SL 2012 na EB 2,3/S de Caminha, inspirado no cartaz nacional, é da autoria do professor Fernando Borlido, membro da equipa da BE.

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Amig@s cupidos com muito trabalho

Foram 56 as Declarações de Amor encontradas na Caixa dos Apaixonados no Dia de São Valentim, ou Dia dos Namorados, ontem comemorado. De entre as frases românticas retiradas da literatura disponível na Biblioteca, utilizadas pelos alunos para se declararem aos seus apaixonados, uma foi considerada a mais feliz, mesmo se o responsável pela escolha preferiu ficar anónimo. Foi o poeta Eugénio de Andrade (1923-2005), que a escreveu no seu livro Primeiros Poemas: "Se pudesse, coroava-te de rosas neste dia - de rosas brancas e de folhas verdes, tão jovens como tu, minha alegria". Quanto ao feliz comtemplad@, ess@ fica no segredo dos deuses, os mesmos afinal que encarregavam Cupido de fazer chegar as suas mensagens de amor. Na imagem estão os nossos cupidos particulares, os Amig@s da Biblioteca, que ontem à hora do almoço distribuíram as declarações pelos seus destinatários.

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Reunião de trabalho das bibliotecas escolares de Caminha e Vila Nova de Cerveira

Com a oficina de formação Biblioteca 2.0, atualmente a decorrer, como preocupação imediata, as equipas das bibliotecas escolares dos agrupamentos de escolas de Caminha e Vila Nova de Cerveira tiveram hoje uma reunião de trabalho. O objetivo comum é a atualização dos respetivos blogues e plataformas de recursos digitais para melhor servir os jovens estudantes dos dois concelhos vizinhos da ribeira Minho.

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Recuperação de livros em mau estado

Trata-se de uma atividade que já se realiza há alguns anos mas com intermitências. Referimo-nos à oficina de recuperação de livros em mau estado, uma necessidade da Biblioteca que se conjuga com o currículo da disciplina de Educação Visual e Tecnológica. Este ano letivo, a tarefa tem estado a cargo do professor Francisco Leal que à competência profissional alia um gosto pessoal pela encadernação de livros, uma arte com larga tradição que atualmente está em sérios riscos de se perder. Esta segunda-feira ficou entretanto marcada pelo regresso à estante, depois de cuidadosamente recuperada, de uma obra de constante consulta pelos alunos do Curso de Artes Visuais, o belo álbum Vasarely, com textos e maquetas do próprio Victor Vasarely, uma hoje muito rara edição suiça de 1965, das Éditions Du Griffon Neuchâtel.

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

6ºC: Romeu e Julieta

Inspirados pelo próximo Dia dos Namorados, a partir da obra Julieta e Romeu, da autora Nicola Cinquetti, adoravelmente ilustrada por Octavia Monaco, os alunos do 6ºC, orientados pela sua professora de Português, Ana Paula Ribeiro, vestiram a pele de Julieta e de Romeu, pegaram nas suas penas e registaram estas frases fatais:

· No meio deste mundo de problemas, tu és a única solução.
· Quando passas na rua, pareces um anjo que flutua.
· Tu és o céu do meu inferno.
· O teu olhar gela o meu coração.
· Quase morro a chorar só de pensar que não te posso beijar.
· O meu coração fica em chamas quando te vejo, mas quando olhas para mim, eu derreto como o gelado que saboreias.
· Querido bombom, neste dia especial lembro-te que és o dono do meu coração.
· Os teus olhos são dois diamantes reluzentes, os teus lábios almofadas onde os meus querem dormir.
· Com uma estaca cravada no coração, eu morro de paixão.
· Quando vejo esse teu sorriso de sereia, eu nado que nem uma baleia.
· Meu amado, estou apaixonada e achei que com esta carta ficarás como eu estou agora: sem palavras.
· És uma verdadeira princesa e o teu perfume faz-me lembrar o céu da primavera.
· O amor é lindo, mas tão confuso! Estou tão maluca que entrei em parafuso.
· Tenho muitos animais à minha volta, mas tu és sem dúvida o meu gatinho.
· Já não sinto aquele fogo a arder, mas apenas um leve frio que me congela o coração.

Amigos da Biblioteca: Dia de S.Valentim



Com organização dos Amigos da Biblioteca, a BE da EB 2,3/S assinala este ano letivo o Dia de S.Valentim. Foi feita uma decoração especial e preparada uma Caixa dos Apaixonados onde todos podem inserir a sua Declaração de Amor dirigida a quem entenderem mas com uma condição: poema ou prosa, tem de ser retirada de um livro existente na Biblioteca e devidamente referenciada. Na próxima 3ª feira, 14 de Fevereiro, o Dia dos Namorados, a caixa será aberta e as declarações entregues pelos Amigos da Biblioteca aos seus destinatários, não sem antes ser escolhida a mais bonita, cujo responsável, se identificado, receberá um prémio especial.

Três novidades sobre o Minho

Entraram por estes dias na Biblioteca três novas contribuições para o conhecimento da história, geografia e antropologia da região minhota onde nos inserimos. Do Museu de Olaria de Barcelos, por solicitação dos professores do Curso de Artes Visuais, recebemos uma coleção de cartazes e folhetos que permitiram constituir um dossiê especial dedicado à arte cerâmica e ao labor dos seus artesãos e artistas, como foi o caso de Rosa Ramalho. Da autoria de Rosa Fernanda Moreira da Silva (recentemente aposentada da FLUP onde foi professora de muitos dos docentes de Geografia da nossa escola), o belíssimo álbum O Gerês: de Bouro a Barroso, o estudo de uma vida sobre as singularidades patrimoniais e dinâmicas territorias do Parque Nacional da Peneda-Gerês. Finalmente, de Paulo Torres Bento, Do Coura se Fez Luz, fruto de uma recente pesquisa sobre a história da eletrificação do Alto Minho na primeira metade do século XX.

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

5ºC: A Asa e a Casa continuada

Sob a orientação da professora Carla Alves, os alunos do 5ºC leram o livro “A asa e a casa”, de Teresa Rita Lopes, e depois de uma breve sinopse da obra, decidiram continuá-la de um modo muito particular:

Esta é uma obra simultaneamente romântica e engraçada, cheia de humor e de aventura! De certeza que irás rir com os fantoches divertidíssimos que são manipulados por Ele (bonecreiro que encontra o seu amor…) ao longo deste texto dramático. Qual será o simbolismo de asa e de casa? Lê e descobre a razão deste misterioso título!

(continuação da obra pelo 5ºC)

CENA 5

Ele a trabalhar arduamente, encontra-se a serrar uma tábua. Ela está a terminar o bico das cortinas às flores, enquanto aquece o leite da cabrinha para o pequeno-almoço.
ELE – Já acabei as rodas… que fome!!
ELA – (com ar ansioso) – Estou muito animada com esta viagem! A nossa casa está a ficar linda e espero que corra tudo bem.
ELE – (determinado e positivo) Vai correr! Vais ver… Vamos saborear a primeira refeição na nossa casinha!
(Entretanto surgem os fantoches a discutir.)
FANTOCHE 1 – Não se esqueceram de ninguém? E o meu leite?
FANTOCHE 2 – Ei!! Ó pombinhos! Não se esqueçam do meu leitinho! Ó Bonifácio, só pensas em ti?
ELA – (rindo) Vou buscar leite para todos nós!
ELE – Vai buscar o leitinho
Para o teu queridinho
Não quero aqui discussão
Nem nenhum empurrão!
FANTOCHE 1 e FANTOCHE 2 (em coro) – Muito obrigaaaaado!!!!
(Ela sai.)
ELE – Não se metam com a minha namorada!
FANTOCHE 1 – E se partilhasses a tua namorada connosco?
FANTOCHE 2 – Nisso ele tem razão! Era boa ideia.
Ele (furioso) – Só me fazem passar vergonhas! Estão malucos! Vão já para o saco e nem um pio!
(Ele coloca os fantoches no saco e aperta-o com força. Ela entra, ele canta romanticamente, agarra-a e dançam.)

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Observação astronómica noturna

Chegou ao fim em grande estilo a III Semana de Astronomia Luciano Pereira da Silva. A noite estrelada de 6ª feira foi a ideal para a sessão de observação noturna animada e supervisionada pelos astrónomos amadores Carlos Venade e Jesús Pérez Bastos, além do professor Agostinho Oliveira com o telescópio da escola e ainda outros astrónomos amadores que trouxeram os seus telescópios, como foi o caso de Pedro Borlido, ex-aluno da escola, atualmente a frequentar o curso de Física na Universidade de Coimbra. Nem o frio gélido afastou a curiosidade de muitos alunos, professores e encarregados de educação que tiveram a oportunidade de ver mais de perto o irregular relevo do nosso satélite Lua, a geometria variável do gigante Júpiter e dos seus satélites ou as nebulosas de estrelas que povoam o espaço da galáxia.

Observação de manchas solares

Adiada de 4ª para 6ª feira por razões meteorológicas, nem por isso deixou de se fazer uma das atividades da III Semana de Astronomia mais interessantes: a observação de manchas solares. No espaço da aula da tarde, as turmas do 6º e do 7º anos foram passando à vez pela área da entrada da escola onde estava montado o telescópio da escola, equipado com um filtro especial. Cada aluno procedeu a uma observação individual sob a supervisão do professor Agostinho Oliveira que respondia ainda a todas as dúvidas sobre a imensa estrela Sol que ilumina, aquece e dá vida ao nosso planeta Terra. Um breve mas significativo momento científico que, contudo, não deve ser repetido em casa sem as devidas condições estarem criadas, nomeadamente a presença do filtro adequado para o efeito.

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Centenário da Eletricidade em Caminha II



Concluindo a comemoração do Centenário da Eletricidade em Caminha, os alunos do 9º ano e duas turmas do 11º ano, bem como alguns docentes, assistiram na quinta-feira à tarde no Auditório a uma palestra. O professor Paulo Torres Bento, que desenvolveu uma recente investigação sobre este tema, explanou resumidamente a história da empresa Hidroelétrica do Coura (EHEC), fundada por caminhenses, que na primeira metade do século XX levou a "luz do progresso" a grande parte do Alto Minho. Foi particularmente salientado no debate que se seguiu à palestra o arrojo e o pioneirismo da EHEC, um bom exemplo para os jovens caminhenses do presente que, num país e num mundo em crise, têm o futuro nas suas mãos se estudarem, trabalharem e forem persistentes nos seus esforços.

Centenário da Eletricidade em Caminha I





Prosseguindo o programa da III Semana de Astronomia, os alunos do 8º C foram para a vila dar a conhecer aos caminhenses a passagem do centenário da eletricidade na nossa terra (2 de Fevereiro), numa ação de distribuição/venda de um jornalzinho e de alguns bonitos pins alusivos à efeméride, um trabalho realizado também pelo 8ºA sob a orientação da sua professora de Educação Tecnológica, Margarida Maio que contou ainda com a ajuda do professor Fernando Borlido. Como se constata pelas imagens, foi boa a receção por parte de quem passava neste fim de manhã no Terreiro, sendo de assinalar que o produto da venda reverte para a aquisição dos prémios do concurso da eletricidade a decorrer este ano letivo.

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Preparando o centenário da eletricidade

O dia de hoje da III Semana de Astronomia não começou bem: a meteorologia adversa obrigou ao cancelamento da prevista sessão de observação de manchas solares. Em contrapartida, trabalhou-se com afinco para o dia 2 de Fevereiro, quinta-feira, quando se comemora o centenário da eletricidade em Caminha. Os professores Margarida Maio e Fernando Borlido, com a ajuda preciosa do Vicente Pinto (7ºB), estiveram na Biblioteca a produzir os bonitos pins alusivos à efeméride que, com um jornalzinho, serão amanhã distribuídos na vila pelos alunos do 8º C que, juntamente com os colegas do 8ºA, desenvolveram este trabalho.